As minhas primeiras bonecas foram surgindo como brinquedos para crianças, com formas livres e simples. Iniciei recentemente um novo processo de descoberta da anatomia de uma boneca, com uma maior aproximação à figura  humana e como forma de expressão artística. Sinto-me confortável na fronteira entre o realismo e o abstrato, entre um objeto e a representação da minha ideia dele. Não procuro uma representação realista, apenas uma sugestão, apenas a transmissão de uma ideia ou sentimento. É um processo experimental de procura de uma combinação harmoniosa de formas, texturas, cores e padrões.